Mais um mineiro encontrado morto tentanto cruzar a fronteira México/Estados Unidos. ConfirAgora!

674

Natural do distrito de Ferruginha, no município de Conselheiro Pena, no Vale do Rio Doce, Sidney da Silva, o Scoob, de 39 anos, foi encontrado morto em solo dos Estados Unidos esta semana.

Conforme relatos de conhecidos, ele tentava entrar nos EUA pela terceira vez. As causas da morte ainda são desconhecidas. O que se sabe é que o mineiro morreu logo depois de cruzar a fronteira entre o México e os Estados Unidos.

Album pessoal

Sidney da Silva, o Scoob, era natural do distrito de Ferruginha, no município de Conselheiro Pena, no Vale do Rio Doce

O anúncio da morte foi feito por legistas da cidade de Laredo, no Texas, área onde o corpo foi localizado. Sidney foi identificado por meio do seu passaporte, encontrado ao lado do corpo.

O brasileiro era casado, já tinha morado em Boston e viajava aos EUA para reencontrar a mulher e uma das filhas, de dois anos.

Outro

Na primeira semana de maio, Fabrício da Silva Santos, de 31 anos, originário de Guanhães, foi encontrado morto na fronteira entre o México e os Estados Unidos.

O corpo de Fabrício foi localizado no rio Bravo, no estado de Tamaulipas, no México, que liga o país ao Texas, nos Estados Unidos.

Segundo informações dos portais notícias daquela região, o mineiro carregava apenas o passaporte e supostamente morreu afogado. A família fez uma campanha para garantir o traslado do corpo, o que não tinha sido concretizado até o começo desta semana.

Outros tiveram o mesmo destino

Sidney da Silva, o Scoob, é o terceiro morador da região que morre na tentativa de atravessar do México para os Estados Unidos, em menos de um ano.

Natural de Belo Horizonte, Leandro Camilo de Oliveira da Silva, de 34 anos, foi encontrado no dia 21 dezembro de 2016 em um deserto com um quadro grave de desidratação, falecendo no dia seguinte em um hospital de Harlingen, no Texas.

Antes desse caso, Jefferson Eduardo de Oliveira, de 20 anos, mineiro do distrito de Plautino Soares, em Sobrália, foi encontrado morto às margens de um rio no México, tentando entrar nos Estados Unidos, conforme foi noticiado pelo Diário do Aço no mês de novembro de 2016. A família suspeita que ele foi assassinado.