Deputado João Magalhães foi preso na manhã desta sexta (09/11) juntamente com o Vice Governador de Minas Gerais em operação que investiga suposto esquema de corrupção. ConfirAgora!

326

 

Deputado Estadual reeleito em 2018, João Magalhães, do MDB, foi preso na manhã desta sexta feira, (09), em uma das fases da famosa Operação Lava Jato deflagrada em Minas Gerais.

A Polícia Federal ainda não deu detalhes sobre a prisão do parlamentar. Na mesma operação o vice-governador de MG, Antonio Andrade (MDB), os executivos da JBS Joesley Batista, Ricardo Saud e Demilton de Castro também foram presos.

João Magalhães já havia sido citado na Operação após a descoberta de um áudio da delação da JBS que veio a tona em 2017. Nele, Magalhães cobrava de Ricardo Saud cerca de 4 Milhões que lhe teriam sido prometidos em propina. Pecuarista e agricultor, Magalhães foi Deputado Federal por cinco mandatos consecutivos.

https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/09/29/interna_politica,904818/joao-magalhaes-e-protagonista-em-um-dos-novos-audios-da-delacao-da-jbs.shtml

Ex-deputado diz que perdeu propina da JBS por medo da PF

Esta fase da operação Lava Jato investiga suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

A PF faz buscas no gabinete do vice-governador. No total são 63 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão temporária, expedidos no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, cumpridos no Distrito Federal e em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso.

A operação, um desdobramento da Lava Jato, foi batizada de Capitu e é baseada na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB.

Segundo as investigações, havia um esquema de arrecadação de propina dentro do Ministério da Agricultura para beneficiar políticos do MDB, entre estes está João Magalhães, que recebiam dinheiro da JBS, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, em troca de medidas para beneficiar as empresas do grupo.

João Magalhães em Mantena

Em Mantena o Deputado João Magalhães teve o apoio de alguns vereadores e do ex Prefeito Dr. Wanderson Elizeu, com quem mantém um extreito relacionamento. Na última eleição obteve 922 votos na cidade, provenientes deste apoio.

Na eleição anterior, João Magalhães também recebeu apoio do então prefeito Wanderson Coelho obtendo expressiva votação, talvez por isso viabilizou emendas e recursos para serem utilizados em Mantena.

Em sua conversa com Joesley Batista, o Deputado João Magalhães chega a citar sua vinda a Mantena para participar de um evento político, exatamente em um momento que estaria para supostamente “dividir” milhões em propina com “Toninho”, como se refere em relação Antônio Andrade Vice Governador de Minas Gerais.

Ouça a fala do Deputado a partir do minuto 4 até o minuto 8 quando este afirma que desceu no aeroporto em Governador Valadares e temeu a Polícia Federal. Exatamente quando o parlamentar estaria vindo a  a Mantena.

https://www.youtube.com/watch?v=QXb6tRXZoKg

Ex-deputado diz que perdeu propina da JBS por medo da PF

A qualquer momento estaremos trazendo maiores informações sobre mais este conturbado momento político que passa o Brasil e nossa Minas Gerais.

Informações e fotos:

Youtube

Veja.com.br

Em.com.br

G1.com.br

google pesquisa joão magalhães mantena